Seja bem-vindo. Hoje é

8 de mai de 2014

EU NÃO SEI




Eu não sei de destino, de fado, devida,
Eu não sei de mentira, eu não sei de verdade,
Eu não sei nem de encantos de felicidade,
Eu não sei nem de amor nem de mágoa sentida!

Eu não sei de sorriso, alegria perdida,
Eu não sei de tristeza, eu não sei de saudade,
Eu não sei estar inteiro, tampouco metade,
Eu não sei de regresso, eu não sei de partida!

Eu não sei mais de claro e escuro na cidade,
Eu não sei de teus olhos, de luz prometida,
Eu não sei de desejo, nem se paixão arde!

Eu não sei da palavra que meu canto invade,
Eu não sei do silêncio, da folha caída,
Eu não sei de esperança: É cedo?...É tarde?...

Joaquim do Carmo
In Amanhecer pelo Fim da Tarde
Pag. 64.