Seja bem-vindo. Hoje é

21 de fev de 2013

é preciso dizer...





 
é preciso dizer
que não há mais nada a celebrar
nem os homens
nem as ideias
nem o tempo

essa fenda
que te atravessava a vida
esse rasgão generoso
que te aproximava os céus
fechou-se

estás perante o escuro silêncio
das coisas mortas

não abandones os espelhos

ainda que quebrados
eles são o palácio derradeiro
o último jardim
a gota impossível
de secar

guarda aí a semente
as palavras
as vozes
as imagens

porque o amor
é um minucioso trabalho do tempo
em direção à morte

Gil T. Sousa

Um comentário:

  1. Seu blog é óptimo, lindas poesias,e a maneira como usa as palavras é óptimo, não sou poeta mas gosto de uma boa poesia, e aqui pode encontrar boas poesias, gostei dou-lhe meus parabéns.
    Com votos de grandes vitórias.
    PS. Se desejar fazer parte dos meus amigos virtuais, esteja à vontade, decerto que irei retribuir seguindo seu blog também.
    Sou António Batalha, do Peregrino e servo.

    ResponderExcluir