Seja bem-vindo. Hoje é

21 de out de 2013

Donde vêm?




Donde vêm? 
De que rosto, de que estrela? 

Apenas uma arde no vento. 
As outras, fico a ouvi-las 
escorrer da pedra. 

Apenas uma em silêncio brilha. 
As outras mordem 
um coração de homem. 

Só prometido à terra. 


Eugénio de Andrade







Nenhum comentário:

Postar um comentário