Seja bem-vindo. Hoje é

21 de out de 2013

Sul



Era verão, havia o muro.
Na praça, a única evidência
eram os pombos, o ardor
da cal. De repente
o silêncio sacudiu as crinas,
correu para o mar.
Pensei: devíamos morrer assim.
Assim: explodir no ar.


Eugénio de Andrade

Nenhum comentário:

Postar um comentário