Seja bem-vindo. Hoje é

19 de out de 2013

O espírito do outono



Será 
a embriaguez? O vento matinal 
arrastando folhas 
raparigas canções? 
O sopro frio das estrelas? 
Será a beleza, 
o espírito do outono? Há um limite 
para o homem, um limite 
para suportar o peso do mundo. 
Da beleza, da bárbara 
orgulhosa beleza, quem sabe defender-se 
sem medo do coração lhe rebentar? 


Eugénio de Andrade, 
In ‘O sal da língua’ (1995)




Nenhum comentário:

Postar um comentário