Seja bem-vindo. Hoje é

24 de out de 2013

''MADRUGADA''


Há que deixar no mundo as ervas e a tristeza,
e ao lume de águas o rancor da vida.
Levar conosco mortos o desejo
e o senso de existir que penetrando
além dos lodos sob as águas fundas
hão de ser verdes como a velha esperança
nos prados de amargura já floridos.

Deixar no mundo as árvores erguidas,
e da tremente carne as vãs cavernas
aos outros destinadas e às montanhas
que a neve cobrirá da álgida ausência.
Levar conosco em ossos que resistam
não sabemos o quê de paz tranquila.

E ao lume de águas o rancor da vida.


Jorge de Sena,
In ‘Versos e Alguma Prosa'


[Arte by MoonyKhoa Le]

Nenhum comentário:

Postar um comentário