Seja bem-vindo. Hoje é

18 de out de 2013

Madrigal




Tu já tinhas um nome, e eu não sei 
se eras fonte ou brisa ou mar ou flor. 
Nos meus versos chamar-te-ei amor. 

II 

Cantas. E fica a vida suspensa. 
É como se um rio cantasse: 
em redor ´tudo teu; 
mas quando cessa o teu canto 
o silêncio é todo meu. 

Eugénio de Andrade






Nenhum comentário:

Postar um comentário