Seja bem-vindo. Hoje é

15 de out de 2013

UMA COLINA PARA OS LÁBIOS


UMA COLINA PARA OS LÁBIOS

(excertos)

Eu disse: faça-se
um rosto à minha
imagem e semelhança, um corpo
à semelhança e imagem
do desejo. E dei
vertentes ao mar, afluentes
aos rios, crateras
ao sangue. E uni
as minhas têmporas às têmporas
do lume.

***

Modelo agora as pálpebras, corrijo
o itinerário das árvores que sobram
da cabeça para os ombros. Afeiçoo
o anel dos lábios, fixo
as palpitações do fogo.

***

E me disseste: vem. E havia
alguns despojos sobre a areia, algumas
ressentidas grinaldas
no limiar das têmporas. Havia
alguns gestos suspensos, um cofre
de esmeraldas vermelhas, um torpor
nos membros retardados. E havia
um colar para os lábios e uma flor
intacta perfumando
o silêncio, à beira
de indizíveis planícies.

[...]

Albano Martins
«Uma colina para os Lábios»,Edições Afrontamento, 1993

Nenhum comentário:

Postar um comentário