Seja bem-vindo. Hoje é

16 de out de 2013

VERMELHO, AZUL E BRANCO


VERMELHO, AZUL E BRANCO

Ao Serafim Ferreira

E se de repente
a música
(vermelha)
fosse luz
e uma centelha
(azul)
se desprendesse
e o sangue
ardesse?

E se de repente
(branca)
a morte
sobre
viesse?

(Complementos de lugar)

Albano Martins
In: Antologia Poética

Nenhum comentário:

Postar um comentário