Seja bem-vindo. Hoje é

19 de out de 2013

8

8

Está determinado que hoje se travará uma
grande batalha e não obstante o número de mortos
previsto assim se fará

Nunca a certeza dos mortos evitou uma guerra
muito menos em 1993 quando os escrúpulos não são
prisão e impedimento

Não os têm os perseguidores aos perseguidos
aconselha-se que os não tenham

Mas só no fim da batalha mo como vai saber-se
porque a contagem dos mortos será contra o cos-
tume repartida pelos dois campos

Apenas porque o ódio entrou enfim no corpo
das mulheres

Será visto que estando mortos os homens perse-
guidos os perseguidores hão de violá-las com-
forme mandam as imemoriais regras da guerra

Já tudo isto aconteceu infinitas vezes tantas que
violação se não deve dizer pelo contrário entrega

Por isso a longa fileira das mulheres deitadas es-
pera com indiferença que é simulada a penetração
dos perseguidores

Elas mesmas levantaram as roupas e ofereceram à
luz do sol e aos olhos as vulvas úmidas

Silenciosamente suportam momento em que o persegui-
dor ainda poderia retirar-se

Mas logo é tarde e no exato instante em que o
espasmo militarmente iria deflagrar

Com um estalo seco e definitivo os dentes que o
ódio fizera nascer nas vulvas frenéticas

Cortam cerce os pênis do exército perseguidor
que as vaginas cospem para fora com o mesmo des-
prezo com que os homens perseguidos haviam sido
degolados

Uma só mulher porém enquanto as outras cele-
bram a justa vitória retira suavemente o membro
amputado que ainda tivera tempo de ejacular

E levantada comprime o sexo com as mãos e
afasta-se pela planície na direção das montanhas


José Saramago
in ‘O Ano 1993’

Nenhum comentário:

Postar um comentário